5 medidas de higiene na cozinha que ajudam a manter o Coronavírus longe

  1. Lavar mãos e pulsos

Antes de manusear qualquer alimento, lave corretamente as mãos, com bastante água corrente e sabão ou sabonete. Esfregue entre os dedos, pontas dos dedos, dorso das mãos, pulsos e antebraços.

  1. Limpeza da cozinha

Mantenha sempre limpos, secos e sem resíduos de alimentos: pias, bancadas, louças e demais utensílios.

Limpe e higienize com frequência: eletrodomésticos, fogão, fornos, freezers, geladeiras, paredes, chão e tetos. Use água, sabão e água sanitária (ou sanitizantes).

ATENÇÃO: vinagre culinário não tem efeito sanitizante e não serve para higienização.

  1. Cuidados com alimentos crus

Vegetais folhosos: descarte as folhas externas ou danificadas. Separe as folhas boas uma por uma e lave-as com água tratada abundante. Mergulhe-as em um solução de água sanitária (uma colher de sopa diluída em um litro de água) por 15 minutos. Lave-as novamente com água tratada corrente.

Vegetais não folhosos e frutas: siga o procedimento acima – inclusive quando os consumir sem a casca.

ATENÇÃO: a composição da água sanitária não pode ter outras substâncias misturadas, pois podem ser tóxicas para o organismo humano.

  1. Cuidados com alimentos assados, cozidos ou fritos

Assar, fritar ou cozinhar alimentos corretamente elimina os possíveis vírus do produto cru.

Para evitar a recontaminação destes alimentos, aqueça-os novamente antes do consumo, e não os deixe próximos a alimentos crus (para evitar a contaminação cruzada).

  1. Manuseio de embalagens

Higienize as embalagens assim que chegarem (do fornecedor, por exemplo).

Use um pano úmido com álcool em gel ou água e sabão para a limpeza de pacotes de alimentos industrializados. Enlatados e demais produtos com embalagens vedadas podem ser higienizados com água e sabão, embaixo da torneira.

Desinfete alimentos congelados que não serão preparados em breve e guarde-os no freezer ou congelador. Após descongelados, prepare-os o mais rápido possível (em menos de 24 horas, se mantidos em refrigeração).

Evite guardar sobras de refeições. Quando isso for necessário, armazene-as refrigeradas por, no máximo, 24 horas.

ATENÇÃO: é errado manter em “quarentena” (fora da cozinha, em temperatura ambiente) os alimentos que ainda não foram guardados, pois eles podem estragar ou provocar gastroenterites e intoxicações alimentares.

 

Fonte: Sintrial